Como Perder Peso com a Dieta Do Carboidratos

Estudos apontam um aumento dramático no índice de obesidade na África, nas Américas e nas regiões mediterrâneas, o que tem se tornado uma grande preocupacão, especialmente para as novas gerações, que precisam enfrentar a obesidade genética e também aDieta Do Carboidrato obesidade por estilo de vida. Uma das soluções encontradas por médicos e pesquisadores é a prescrição de dietas que irão auxiliar a controlar o peso, prevenindo a obesidade e aumentando a expectativa de vida.

Após ler uma pesquisa no Diário da Associação Médica Americana (Journal of the American Medical Association) nas décadas de 60 e 70, o Dr. Robert C. Atkins começou a formular suas idéias sobre os benefícios de uma dieta baixa em carboidratos com o tema de que é possível conseguir uma grande perda de peso através da redução e extinção de carboidratos na nossa dieta. A dieta Atkins consiste no fato de que quando substituímos os carboidratos por proteínas e gorduras, é possível a perda de peso. A teoria por trás desta dieta é que usamos mais energia para digerir proteínas e gorduras do que para a digestão de carboidratos, então, ao subsituí-los, estamos imediatamente gastando mais calorias. De acordo com a Academia Americana de Médicos da Família (American Academy of Family Physicians), a dieta dos carboidratos “diminui o acúmulo de calorias através da redução do consumo de carboidratos para cerca de 20 a 60 gramas por dia. É aumentado o consumo de proteína e gordura para compensar parte das calorias que antes vinham dos carboidratos”

As dietas dos carboidratos estão entre os programas mais populares ultimamente para perder peso. Ao limitar a quantidade de carboidratos que consumimos diariamente, o nosso corpo começa a queimar gordura corporal como fonte secundária de energia para que seja capaz de funcionar normalmente. Como resultado, a quantidade de gordura armazenada no corpo é usada até o final, permitindo que suas metas de perda de peso sejam atigidas.

Quando analisamos como uma dieta de baixo carboidrato pode contribuir para a perda de peso, verificamos que geralmente, neste tipo de dieta, somente entre 15 e 20% da energia total vem dos carboidratos. Os outros 80 a 85% restantes virão, em sua maioria, de proteína e gordura, as quais também sao macronutrientes essenciais em uma dieta balanceada. E quando se segue uma dieta de baixos carboidratos, você fica mais propenso a ingerir uma quantidade maior de proteína e gordura.

A dieta dieta dos carboidratos se tornou uma grande solução para prevenir a obesidade e auxiliar pessoas obesas a perder peso, já que acelera o metabolismo. A dieta também é usada como tratamento para a síndrome da fatiga crônica, epilepsia intratável em crianças, diabetes e síndrome do ovário policístico. Uma deita baixa em carboidratos também ajuda a manter a beleza, pois ela retarda o envelhecimento celular através da redução de stress celular e também controla os níveis de insulina. Então, adotar esta dieta é um pacote que preserva a saúde assim como afina o corpo.

Se você já se decidiu e está ansioso para saber quais alimentos comprar na dieta dos carboidratos, é necessario saber que quando se procura por alimentos naturais com baixo carboidrato é como procurar por uma agulha em um palheiro. Muitos dos alimentos disponíveis não são naturais, então aqui está uma lista de alimentos naturais e frescos que você pode usar para o bem-estar e saúde em geral.

Os 10 melhores alimentos na dieta do baixo carboidrato

1- Se você não é vegetariano, compre carnes, ovos, peixes e a maioria dos frutos do mar, pois estes alimentos não contém carboidrato. É preciso evitar carnes processadas pois geralmente são preservadas com açúcar. Evite também produtos que tenham carne e peixe conservados em nitratos, pois são conhecidos carcinogênicos.

2- Alface, espinafre, champignons, pepino, pimentão, salsão e outros vegetais com folhas verde-escuras são os preferidos nesta lista por oferecerem um grande valor nutricional quando se tenta incorporar uma dieta de baixos carboidratos com ingredientes mais naturais. Vegetais com folhas verde-escuras são ricos em fitonutrientes e ótimas fontes de fibras.

3 – A vagem é um dos melhores alimentos para se comprar na dieta dos carboidratos. Enquanto o feijão preto, o feijão vermelho e o feijão manteiga concentram quase 30 gramas de carboidratos em uma porção, a vagem tem somente 5 gramas de carboidratos.

4 – Pães, massas e outros alimentos ricos em amido feitos com farinha branca devem ser excluídos na dieta dos carboidratos. As opções são o pão Atkins com pouco carboidrato ou o pão Joseph’s. Estes pães são saudáveis, livres de colesterol e contém 3 ingredientes saudáveis: linhaça, farelo de aveia e farinha integral, os quais ajudam a proteger seu coração ao mesmo tempo em que se perde peso.

5 – Brócolis e tomates também são ítens saudáveis numa lista natural e baixa em carboidratos. Ambos são muito conhecidos por suas qualidades anti-cancerígenas. O broto de brócolis também ajuda a eliminar o risco de AVC, pressão alta e doenças cardiovasculares.

6 – Ervilhas, vagem achatada e ervilhas de vagem são baixas em carboidratos e muito saborosas. Você pode se deliciar com elas e continuar na dieta, já que elas contêm apenas 10 gramas de carboidratos por porção, além de serem ricas em fibras, o que também é muito importante.

7 – Quem não gosta de queijo? Então é possível consumir por volta de 100 gramas por dia de queijos de todas as texturas, incluindo cheddar, mussarela, suíço, gouda, e os queijos de vaca, ovelha e cabra. Só não são permitidos os produtos imitação de queijo. Um prato delicioso e saudável é salmão defumado recheado com queijo brie e pedaços de pepino.

8 – Já foi provado que o óleo de côco, quando consumido diariamente, pode acelerar o metabolismo e fazer uma grande diferença na perda de peso. Você também pode comprar azeite de oliva ou qualquer outro bom óleo vegetal, mas se preferir o óleo de côco, terá muitos outros benefícios.

9 – Numa dieta baixa em carboidratos, todos os alimentos devem ter baixo índice glicêmico, como grãos ricos em fibra e a maioria das frutas, legumes e verduras. Estes alimentos mantém baixo o nível de açúcar sanguíneo e os níveis de insulina ficam estáveis, o que ajuda quem quer controlar o peso porque quando estes níveis estão estáveis, a sensação de fome é adiada.

10 – Não podemos esquecer dos brotos de feijão, pefeitos para saladas, principalmente no cardápio chinês. Qualquer dieta, até uma com poucos carboidratos, irá permitir que se adicione brotos de feijão, pois eles são ricos em vitaminas A, B, C e E, assim como ferro, cálcio e fósforo.

Estes são os 10 melhores alimentos para se comprar quando se está seguindo uma dieta baixa em carboidratos. Qualquer pessoa pode se beneficiar ao ingerir estes alimentos e o melhor de tudo é que você não precisa se exercitar. Muitas pessoas começam a dieta dos carboidratos simplesmente porque elas não têm tempo para se exercitar. Apesar disso, a prática de exercícios físicos simples como caminhada, natação, etc., é recomendada. Acredite, você está prestes a fazer uma grande mudança na sua vida.

Nota: Antes de inicar qualquer tipo de dieta, é recomendado que se faça uma consulta com seu médico, que conheça o seu histórico médico. Este artigo serve somente para propostas informativas.

como emagrecer em uma semana

Quer você esteja apenas curioso para ver se consegue perder peso em uma semana, ou queira apenas se embelezar para um evento, você poderá ficar interessado na ideia do que é que pode fazer para o seu peso corporal no espaço como emagrecer em uma semana 5kgde sete dias. É verdade que uma semana não é muito tempo, mas mesmo assim é possível atingir seus objetivos. Isso envolve muitas vezes uma reavaliação de seus hábitos alimentares e seu exercício físico, mas é possível. Lembre-se apenas que se você pretende seguir uma dieta, há algumas coisas que você não deve esquecer.

Então qual é a solução? Aprenda a perder peso numa semana. Ou simplesmente aprenda a perder peso. Você vai se sentir mais saudável, parecer mais sexy e no geral apreciar mais a sua vida. Você irá regressar a aqueles dias de sua infância cheios de alegria, cantando músicas e correndo por aí. Bom, quase… de qualquer modo, siga essas dicas e você estará perdendo peso em uma semana.

 

1.Coma pequenas refeições com mais frequência. Pesquisas provaram que comer pequenas refeições facilita a perda de peso. Mantém seu metabolismo funcionando por mais tempo. Uma das piores formas que você pode comer é esperar 5 a 6 horas e depois comer como um animal.

2. Refeições por dia. Em vez das habituais 3, como 4 pequenas refeições. Isso fará seu metabolismo funcionar em alta ao longo do dia e irá permitir que você perca peso mais rápido.

3.Alterar calorias. Isso significa modificar a quantidade de calorias que você ingere em cada refeição. Isso mantém seu corpo queimando calorias e fica mais fácil perder peso.

4.Hidrate-se. Esqueça o peso da água – o seu corpo irá provavelmente reter mais água se você não estiver bebendo suficiente. Por isso beba bastante e hidrate-se, será bom para você e ficará mais fácil perder peso mais rápido. A água tem zero calorias e hidratos de carbono e muito pouco ou mesmo nada de sódio, tornando-a a bebida perfeita para emagrecer. E estranhamente, ajuda também a eliminar o excesso de peso em água assim como dá um arranque no seu metabolismo. Se você acha a água muito chata, adicione um pouco de limão ou folhas de hortelã.

5.Ande a pé. Na verdade vá para a rua e caminhe para algum lugar. Se preferir fazer um jogging, faça! O importante é exercitar. Você se sentirá mais feliz e perderá peso mais rápido. Faça exercício cardio durante 30 minutos por dia. Qualquer treino que aumento seu ritmo cardiac irá queimar calorias. Mas você irá queimar mais calorias se escolher uma rotina cardio que envolva vários músculos simultaneamente.

 6.Estabeleça Objetivos de Perda de Peso. Você deve começar por estabelecer seus objetivos de perda de peso. É importante que esses objetivos sejam possíveis de você fazer e alcançar. Por exemplo Eu preciso perder peso numa semana comendo mais saudável.

 7.Deixe de comer Pão Branco e Pasta: cortar com todos os produtos de grão branco – como o arroz branco, o spaghetti, a sanduiche – irá imediatamente ajudá-lo a emagrecer uma vez que os hidratos de carbono simples nessas comidas deixam você inflado, especialmente à volta de seu abdómen- “Os hidratos de carbono simples provocam estragos no seu peso porque são digeridos muito rapidamente, fazendo com que você sinta fome e com maior probabilidade de comer demais,” afirma a Dra. Jana Klauer, autora de O Plano Nutricional de Park Avenue.

Como emagrecer rápido

Se você quer emagrecer rápido e de forma duradoura, esqueça as dietas que prometem resultados em poucos dias. Estas deitas promovem o efeito sanfona, o que significa que há, sim, uma perda de peso nos primeiros dias, mas logo após o final da dieta, a pessoa volta a ganhar peso, muitas vezes um peso maior do que antes de iniciar a dieta. Mas não se desanime. É possível emagrecer rápido e de uma forma duradoura, só é preciso substituir alguns hábitos poucoComo emagrecer rápido saudáveis por outros muito saudáveis e então o emagrecimento se tornará um estilo de vida mais saudável, e a perda de peso será uma simples consequência deste novo estilo de vida.

Dicas para emagrecer rápido:

Esqueça das guloseimas. Jogue no lixo tudo o que não presta e compre apenas opções saudáveis. Substitua os salgadinhos, balas e doces por frutas, legumes crús, frutas secas ou barrinhas de cereais.

Troque o refrigerante por água e sucos naturais sem açúcar. Refrigerantes não contêm nenhum nutriente, apenas calorias vazias. Ao substituí-los por água ou sucos naturais, há a redução do número de calorias e o aumento de nutrientes ingeridos. Sem contar que a água não tem caloria alguma. Mas não vale colocar açúcar nos sucos. Substitua-o por adoçantes naturais se for realmente fundamental.

Corte o sal. Com esta simples atitude é possível emagrecer rápido. Mas o que se perde não é gordura, e sim, excesso de líquido.

Coma sentado na mesa. Pode parecer bobagem, mas já foi comprovado que quando sentamos na mesa durante a refeição, a tendência é comermos apenas o que precisamos, o que não acontece quando comemos sem perceber, enquanto estamos assistindo televisão ou jogando vídeo-game.

Faça alguma coisa! Quando não temos nada pra fazer o tédio aparece junto com a vontade de beliscar! O truque para emagrecer rápido é se manter ocupado. Invista em um bom livro, ou vá fazer uma caminhada, visitar os amigos, ou fazer aqueles tratamentos de beleza domésticos que você nunca tem tempo pra fazer! Além de emagrecer, irá ficar mais bonita!

Não pule as refeições. Ao pular uma refeição, você só está acumulando a fome para fazer a próxima refeição em dobro. E o jeito que o seu corpo vê quando se pula uma refeição, é como numa situação de “guerra”: não há alimento suficiente, então vamos acumular as calorias para usar mais tarde. Repare como ficamos mais lentos quando estamos com fome. É o metabolismo diminuindo e as calorias sendo armazenadas para uso em momentos de extrema necessidade.

Beba mais água! Muitas das vezes que pensamos estar sentindo fome, na verdade estamos desidratados e queremos água, mas não percebemos. Pense nas vezes que você sentiu uma vontade imensa de comer alguma fruta bem suculenta. Então, na próxima vez que sentir fome, beba um copo de água primeiro e veja se a fome passa.

Mantenha um diário do que você ingeriu. Esta é a melhor maneira de se policiar. Você sabe que está se sabotando na primeira vez que escrever “chocolate” no seu diário. Na próxima vez que pensar em colocar um deles na boca, você vai lembrar do seu diário e vai pensar duas vezes. E quando você ver os resultados na balança, pode ler em seu diário o que te fez emagrecer ou engordar, e isso vai te ajudar a entender os resultados e se manter na dieta (ou não desistir dela).

– Conte as calorias dos alimentos. Quando você sabe exatamente quantas calorias está ingerindo no seu dia-a-dia, pode fazer esse cálculo: se você queimar mais calorias do que você ingeriu no dia, todos os dias, por uma semana, você deverá perder alguns quilinhos. Isso significa que se você seguir uma dieta baixa em calorias (por volta de 1.000 a 1.200 calorias diárias) e se exercitar por uma hora todos os dias, queimando 500 ou mais calorias, no final de uma semana você deverá ter emagrecido de 1.5 kg a 2.5kg!

Acelerando seu metabolismo para emagrecer rápido:

– Quando vivemos num estado sendentário, nosso metabolismo tende a diminuir, já que não estamos ativos ou usando nossas calorias. A melhor maneira para contra-atacar um metabolismo lento, é começar a se exercitar. Começe comComo emagrecer rápido exercícios leves. Caminhada, natação e bicicleta são formas de começar a se mover sem exigir demais do seu coração. Lembre-se de consultar seu médico antes de começar qualquer atividade, e se mantenha hidratado durante o exercício.

– Se alimente a cada três horas. Além de mostrar ao seu metabolismo que os tempos de “racionamento de guerra” já se foram, ao ingerir pequenas porções continuamente, você acaba fazendo seu organismo ter que estar sempre digerindo alguma coisa, e assim seu metabolismo estará sempre trabalhando e usando as calorias ingeridas.

– Beba chá verde ou branco. Além de conterem cafeína, o que estimula o seu organismo, eles também são diuréticos, o que significa que eles controlam a retenção hidrica, isto é, ajudam a eliminar o excesso de líquido no seu organismo, o que ajuda a desinchar e emagrecer rápido.

Agora você sabe como emagrecer rápido, mas deve saber também que perder peso rápido de forma saudável não é uma tarefa fácil. É preciso disciplina e persistência. É preciso querer trocar os hábitos ruins pelos hábitos saudáveis. É preciso desistir das comidas de que você mais gosta. É preciso criar e manter uma rotina de exercícios diários, e ser forte para manter essa rotina diariamente. Somente assim você irá emagrecer rápido.

Algumas vezes pode ser que o ponteiro da balança pareça não estar mudando. Isso pode ser desanimador no final de um dia de muito exercício e dieta, mas é normal haver flutuações no peso enquanto se incorpora uma nova rotina de exercícios, diferente da que se está acostumado. Lembre-se que ao exercitar-se, você está perdendo gordura e líquido, e também está ganhando músculos. O líquido perdido através do suor será reposto durante e após os exercícios, então não dá para contar quando ele falta na balança. Já os músculos que você estará ganhando, podem fazer o ponteiro da balança subir, mas lembre-se que quanto maior o músculo, mais calorias o seu organimo precisa gastar para mantê-lo. Por causa de tudo isso, o melhor é subir na balança apenas uma vez por semana, ao invés de diariamente.